Fim da linha: Atlético-PR demite o técnico Eduardo Baptista

Com duas derrotas em mata-matas, técnico deixa o Furacão com aproveitamento de 46,1% em 13 jogos. Paulo Autuori também deve sair do clube

Fim da linha para Eduardo Baptista. O técnico foi demitido pelo Atlético-PR nesta segunda-feira, um dia após o empate com a Chapecoense, em 1 a 1, na Arena Condá. Segundo pessoas ligadas ao treinador, Baptista foi comunicado de seu desligamento na manhã desta segunda. O clube ainda não confirmou oficialmente a saída do técnico.

O Furacão não vence há quatro jogos – vem também de derrotas para Grêmio (4 a 0, pela Copa do Brasil), Sport (1 a 0, pelo Brasileiro) e Santos (3 a 2, pela Libertadores da América).

Segundo a repórter Nadja Mauad, do Blog da NadjaPaulo Autuori também deve se desligar do clube, especialmente porque defendia a manutenção de um treinador.

Anunciado no dia 23 de maio, quando Paulo Autuori assumiu o cargo de gestor, Baptista ficou menos de dois meses no cargo. Ele comandou o Furacão em 13 jogos, com cinco vitórias, três empates e cinco derrotas, com um aproveitamento de 46,1%. Com o treinador, a equipe atleticana anotou 14 gols e sofreu 15. Pesaram em sua saída do Atlético-PR as duas derrotas sofridas em mata-matas, para Grêmio (4 a 0 na Copa do Brasil) e Santos (3 a 2 na Libertadores).

Quando chegou ao CT do Caju, Baptista assumiu o Rubro-Negro em momento de instabilidade no Campeonato Brasileiro. A equipe ocupava a vice-lanterna, na 19ª posição, com duas derrotas – 6 a 2 para o Bahia fora de casa e 2 a 0 para o Grêmio na Arena da Baixada. Agora, o treinador deixa o Furacão na 14ª colocação, com 15 pontos.

Baptista é filho de Nelsinho Baptista, que foi treinador do Atlético-PR e campeão pelo clube em 1988. Antes de chegar ao Furacão, ele estava no Palmeiras, onde ficou pouco mais de quatro meses à frente do clube paulista. O Rubro-Negro foi o seu quinto clube no currículo – antes, além do Palmeiras, treinou Sport, Fluminense e Ponte Preta.

O Furacão ainda não anunciou quem será o novo treinador da equipe. Na próxima quarta-feira, a equipe atleticana recebe o Cruzeiro, às 21h45 (horário de Brasília), na Arena da Baixada, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.