Por: Ricardo Gebeluca | 26/06/2018

Desde que a polícia encontrou o corpo da Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, há 11 dias, o crime está sendo investigado como homicídio. A estudante sumiu no dia 8 de junho quando saiu para patinar, em Araçariguama (SP), e foi achada morta no dia 16 de junho, na Estrada de Aparecidinha, bairro Caxambu.

Em entrevista à TV TEM, nesta segunda-feira (25), a mãe da vítima, Rosana Maciel Guimarães, acredita que a filha pode ter sido pega por engano por criminosos e uma suposta vingança sem motivo identificado.

“Minha filha estava no lugar errado e na hora errada. Agora, se é para se vingar de alguém eu não sei, mas essa pessoa [criminoso] estava com maldade e infelizmente minha filha estava lá naquele momento [que foi pega] e, para mim, no momento errado”, conta.

A hipótese de vingança também é considerada pela Polícia Civil embasada na forma como o corpo da garota estava.

Menina Vitória Gabrielly desapareceu após sair de casa para andar de patins (Foto: Reprodução/TV TEM)
Menina Vitória Gabrielly desapareceu após sair de casa para andar de patins (Foto: Reprodução/TV TEM)

“A hipótese, não de autoria, mas de circunstância e motivação, da forma como o corpo foi encontrado, pelo local, pelas amarras, pela forma que ela estava amarrada, a linha principal seria de execução por vingança”, disse o delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel.

Ainda conforme Carriel, o motivo da suposta vingança é desconhecido e outra hipótese é que Vitória foi morta por engano, pois todo o histórico da família da garota não aponta que eles sofreriam algum tipo de represália.

“Para mim isso é um pesadelo. Parece que a qualquer hora minha filha vai chegar. Não saber quem foi e as retaliações que a gente sofre, as acusações para a família inteira. Tudo isso é um pesadelo”, desabafa a mãe.

Patins da menina Vitória foram levados pela perícia à delegacia de Araçariguama (Foto: Witter Veloso/TV TEM)
Patins da menina Vitória foram levados pela perícia à delegacia de Araçariguama (Foto: Witter Veloso/TV TEM)

No atestado de óbito da vítima consta que a causa da morte é indeterminada. No entanto, a perícia afirmou que ela pode ter sido morta por afixia.

No sábado (23), a Secretaria de Segurança Pública divulgou que está oferecendo pagamento de até R$ 50 mil como recompensa para quem fornecer informações que levem à identificação do responsável pelo crime.

Investigação

Mais de 70 pessoas já foram ouvidas durante a investigação. A Polícia Civil também analisa aproximadamente 300 horas de gravações de câmeras de segurança recolhidas de imóveis perto do local do crime.

Corpo da Vitória Gabrielly foi encontrado em mata, em Araçariguama, ao lado dos patins (Foto: Rodrigo Cunha/G1)
Corpo da Vitória Gabrielly foi encontrado em mata, em Araçariguama, ao lado dos patins (Foto: Rodrigo Cunha/G1)

Segundo as investigações, o corpo de Vitória estava amarrado a uma árvore. Uma pessoa cortou as cordas antes da polícia chegar. A adolescente tinha marcas nos tornozelos e nos punhos e não tinha sinais de estrangulamento nem de abuso sexual.

Câmeras de segurança flagram garota antes de desaparecer em Araçariguama
Câmeras de segurança flagram garota antes de desaparecer em Araçariguama. Com informações G1