Covid-19: China aprova testes de vacinas experimentais

China

Com mais de 100 mil mortes ao redor do mundo por causa do coronavírus, a China aprovou o início dos testes em humanos para duas vacinas experimentais contra a doença. As vacinas estão sendo desenvolvidas pela empresa Sinovac Biotech, com sede em Pequim, e pelo Instituto de Produtos Biológicos de Wuhan, uma afiliada do estatal Grupo Farmacêutico Nacional da China.

Em março, o país foi autorizado a realizar outro teste clínico de uma possível vacina contra a Covid-19. O medicamento foi desenvolvido pela Academia de Ciências Médicas Militares da China juntamente com a empresa de biotecnologia CanSino Bio.

A primeira fase do estudo clínico da medicação desenvolvida pela Academia de Ciências Médicas Militares da China foi concluída no final de março e a segunda fase começou em 12 de abril. É a primeira vacina contra o coronavírus no mundo que entrou na segunda fase do ensaio clínico, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.