Por: Ricardo Gebeluca | 08/02/2019

O local, conhecido como Ninho do Urubu, fica no bairro da Vargem Grande, as chamas atingiram principalmente o alojamento onde dormiam os jogadores de base do time do Flamengo

Na madrugada desta sexta-feira (08) o centro de treinamento do Flamengo, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, foi atingido por um incêndio, as chamas deixaram ao menos dez mortos e três feridos. O Corpo de Bombeiros não informou o nome das vítimas.

Dentre os mortos confirmados, estão dois atletas catarinenses, um deles é o goleiro Bernardo Pisetta, da cidade de Indaial. O outro é Victor Isaías, da cidade de Florianópolis. Os dois catarinenses estavam no alojamento do CT do Flamengo na hora do incêndio.

O local, conhecido como Ninho do Urubu, fica no bairro da Vargem Grande, as chamas atingiram principalmente o alojamento onde dormiam os jogadores de base do time do Flamengo. A instalação  abrigava atletas entre 14 e 17 anos de idade. Eles dormiam quando o incêndio começou, por volta das 5h da manhã. As chamas foram controladas as 7h20, mais de duas horas depois do início do fogo.

A relação preliminar dos mortos na tragédio foi divulgada pelo Corpo de Bombeiros. São atletas e funcinários que estavam no Ninho do Urubu quando começaram as chamas. Os mortos confirmados até o momento são: Arthur Vinicius, Athila Paixão, Bernardo Piseta, Christian Esmério, Gedson Santos, Pablo Henrique, Samuel Thomas, Victor Isaías, Jorge Eduardo e Kykelmo de Souza Vianna.

Além da vítimas fatais, outros três jovens atletas estão feridos, são eles Cauan Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos; Francisco Diogo Bento Alves, de 15 anos e Jonathan Cruz Ventura, também de 15 anos. Dentre eles, Jonathan é o que está em situação mais grave.

Jogos cancelados

Em solidariedade aos familiares e as vítimas do incêndio, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) decidiu adiar a rodada do Campeonato Carioca deste fim de semana. Foram adiados os jogos Flamengo x Fluminense (sábado) e Vasco x Resende (domindo).