Por: Ricardo Gebeluca | 24/02/2018

A Prefeitura de Balneário Piçarras executou nesta manhã a primeira etapa do projeto que prevê a retirada de toda vegetação exótica que prejudica a restinga da praia. Estas espécies invasoras estão fora da sua área natural, cuja distribuição ou dispersão ameaça o ecossistema e causa impactos ambientais negativos.

 

A secretária de Planejamento e Desenvolvimento Econômico Sustentável, Deisy Cristine da Silva Martins, explica que “A ação visa remover essas espécies, uma vez que estas, acabam influenciando na perda de biodiversidade e interferem no processo evolutivo da vegetação nativa”.

 

A área de abrangência da ação compreendeu a faixa de restinga entre a Rua Rufino Borba e a Avenida Getúlio Vargas. Foram identificadas algumas espécies exóticas, tais quais, Brachiariaspp (Brachiaria), Ficusbenjamina (Ficus), Sansevieriatrifasciata (Espada-de-São Jorge), Malvaviscusarboreus (Malvavisco), Paspalumnotatum (Gramacomum), Pennisetumpurpureum (Capim-elefante).