Por: Redação | 12/04/2018

As fabricantes de motocicletas no Brasil produziram um total de 259,5 mil unidades no primeiro trimestre deste ano, crescimento de 12,2% em relação a igual período do ano passado, informou nesta quinta-feira, 12, a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Para o presidente da associação, Marcos Fermanian, o avanço mostra que o segmento caminha “rumo à retomada”, depois de quedas consecutivas durante a crise. “Há tempos não começávamos um ano com um horizonte tão positivo. Isto nos anima e nos deixa confiantes com relação aos indicadores dos próximos meses”, disse o executivo, para quem o cenário é de expansão sustentável, com os estoques controlados.

Só em março, a produção atingiu 94,5 mil unidades, expansão de 14,8% ante igual mês do ano passado e de 13,1% na comparação com fevereiro. Segundo Fermanian, os resultados, tanto do mês quanto do primeiro trimestre, reforçam a projeção da Abraciclo para o ano todo, de alta de 5,9%.

Vendas: As vendas de motocicletas também cresceram no primeiro trimestre, a um ritmo de 4%, com o emplacamento de 219,3 mil unidades. Em março, no entanto, o mercado caiu 4,3%, para 79,3 mil unidades. Na comparação com fevereiro, mês mais curto, as vendas avançaram 25,9%. A previsão para o ano é de aumento 1,6%.

Para o exterior, as vendas tiveram crescimento mais expressivo. Nos primeiros três meses do ano, as exportações somaram 24,3 mil motocicletas, alta de 45,4% sobre o resultado de igual intervalo do ano passado. Só em março, foram 9 mil motocicletas vendidas para outros países, alta de 66,5% em relação a março do ano passado e de 31,4% na comparação com fevereiro. A Abraciclo aposta em avanço de 3,9% para o ano.

Fonte: DC