Por: Ricardo Gebeluca | 22/11/2017

O pedido de licença do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) criou um impasse para uma iniciativa do senador catarinense Paulo Bauer (PSDB), autor do Projeto de Lei (342/2017), que propõe a aplicação da taxa de câmbio PTAX (taxa de câmbio calculada durante o dia pelo Banco Central) na conversão para o real do valor de pagamentos feitos em moeda estrangeira por meio de cartão de crédito. “O objetivo é impedir que as operadoras de cartões utilizem o dólar turismo, prática que encarece consideravelmente as transações, gerando prejuízo para os clientes”, explicou Bauer. Ele citou pesquisa feita pelo site “Melhores Destinos”, em setembro de 2015, em que a maior parte dos emissores de cartões usou cotações com ágio entre 3,4% e 5,4% em relação ao câmbio comercial. E ressaltou que a proposta, tornada lei, vai beneficiar tanto quem compra no exterior quanto quem compra de casa, via internet, em lojas no exterior. O problema é que Ferraço, relator da matéria na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), só voltará ao Senado no início de 2018, gerando um atraso na tramitação. A expectativa de Bauer é que a CAE redistribua o texto para um novo relator, conforme as regras determinam. O empresário Jonny Zulauf, presidente da Federação das Associações Empresariais (Facisc), também está preocupado com o ritmo da tramitação do 342/2017. Ele contou que a entidade acompanha o processo com muita atenção, por ser importante no controle dos custos sobre as operações de câmbio em cartão de crédito. “Temos interesse que haja uma agilização regimental para que o projeto avance ainda este ano. É essencial que os pagamentos de cartões internacionais sejam calculados pelo câmbio oficial e não pelo dólar turismo, que só onera as empresas que atuam no exterior e os próprios consumidores.”

Os entrevistados da primeira prévia eleitoral do Projeto Eleições 2018 responderam sobre intenção de voto e rejeição para os cargos de presidente, governador e senador. Também avaliaram o governador Raimundo Colombo e seu mandato.

Reforço “Quem não defenderia candidatura própria de seu partido? Nós queremos, sim, candidato à presidência, e o mais preparado é o (ministro Henrique)Meirelles, apesar de ele ter dito que não é candidato. E aqui, em Santa Catarina, nosso candidato é o Merisio.” As declarações são do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, ministro Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD. Ele esteve em Itajaí e em Florianópolis para compromissos na área de Ciência e Tecnologia. Como sempre, a política também teve espaço no roteiro.

Olha o gás! A SCGás vai lançar hoje, em Lages, o projeto de redes estruturantes que antecipará o fornecimento de gás natural ao município. O termo de autorização das obras será assinado pelo governador Raimundo Colombo, o prefeito de Lages, Antônio Ceron, e o presidente da SCGás, Cósme Polêse. O presidente da Aresc, Reno Luiz Caramori, testemunhará o ato. O projeto, pioneiro no estado, terá 25 km de redes, com previsão de orçamento de R$ 11,3 milhões.

Apresentação em Brasília

O Projeto Eleições 2018, que será desenvolvido em parceria pelo Grupo RIC, a Associação de Diários do Interior (ADI-SC) e o SC Portais, foi apresentado ontem, em Brasília, aos presidentes estaduais do PMDB, do PT e do PP, respectivamente, deputados federais Mauro Mariani, Décio Lima e Esperidião Amin, que no momento da entrega estava acompanhado do deputado João Paulo Kleinübing (PSD). A apresentação dos planos do pool de comunicação para a cobertura foi feita pelo vice-presidente da ADI-SC, Adriano Kalil, representando todas as organizações. Mariani agradeceu e parabenizou a iniciativa que “garante uma informação mais ampla e democrática”, enquanto Lima destacou a ampliação da cobertura “por meio dos veículos locais e regionais”. Já Amin ressaltou a agilidade do grupo, que “saiu na frente” na organização e planejamento para a cobertura de uma das mais importantes eleições da história do país. Parte do Projeto Eleições 2018 começa a virar realidade hoje à noite, com a divulgação, pela RIC TV Record, da primeira prévia eleitoral, realizada pelo Instituto MAPA. Na sequência, os sites RIC Mais (ricmais.com.br/sc) e SC Portais (scportais.com.br) vão colocar as informações no ar, as mesmas que estarão amanhã, completas, nos diários da rede ADI-SC e no jornal Notícias do Dia, do Grupo RIC. Serão divulgadas seis pesquisas até o primeiro turno. O Projeto Eleições 2018 foi apresentado na terça-feira (21) para o presidente do TRE-SC, Antonio do Rêgo Monteiro Rocha, em reunião com a presença do presidente do Grupo RIC, Marcello Petrelli, e da ADI-SC, Ámer Felix Ribeiro, além de Kalil. Os presidentes estaduais do PSD, Gelson Merisio, e do PSDB, Marcos Vieira, também receberam o projeto na terça-feira.