Por: Ricardo Gebeluca | 06/11/2020

O Tribunal de Contas da União publicou o acórdão sobre o polêmico aditivo contratual entre a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e a Arteris sobre as obras do Contorno da BR-101 na Grande Florianópolis.

A decisão reduz o valor das novas obras em R$ 136 milhões, mas mantém o mesmo reajuste do pedágio, sem parcelamento, como desejava o senador Esperidião Amin, principal fiscal e cobrador das obras na estrada federal.

Com isso, as cinco praças de pedágio operadas pela concessionária entre Garuva – próxima à divisa de Santa Catarina com Paraná – e o município de Paulo Lopes, na Grande  terão aumento de R$ 2,70 para R$3,90, um reajuste de 45%. Ainda não há data para os novos valores serem praticados.