Por: Ricardo Gebeluca | 05/06/2019

Neste dia 05/06, quarta-feira, comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, mas, o que era para ser uma data comemorativa, mostra-se um dia de conscientização, principalmente para os catarinenses! O motivo é que Santa Catarina figura entre um dos cinco estados brasileiros com índices considerados inaceitáveis de desmatamento.

Esse dado é confirmado pela Fundação SOS Mata Atlântica e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Segundo pesquisa, mais de 900 hectares de mata localizados em território catarinense desapareceram entre o biênio 2017/2018. Um aumento de 52% em comparação com o registrado um ano antes.

Olhando em volta, pode não parecer que esses números são reais. Os morros verdes e árvores nas cidades ainda são presentes, mas o impacto do desmatamento desenfreado em Santa Catarina impacta diretamente na vida dos catarinenses.

Em determinadas regiões, por exemplo, o desmatamento contribui para a estiagem, isso está diretamente ligado à remoção das áreas de floresta. Além disso, algumas espécies são ameaçadas de extinção, como a Canela-Preta, que já foi abundante na nossa região, o Vale do Itajaí.

E não são apenas as espécies da flora que sofrem com o desmatamento, a fauna também é impactada pela irresponsabilidade. A onça-pintada é um exemplo. Não há registro da espécie em Santa Catarina desde o início da década de 1970!