Por: Redação | 28/08/2020

Um levantamento com 365 brasileiros habituados a comprar pela internet constatou que a greve dos trabalhadores dos Correios já está causando um impacto na entrega dos produtos. De acordo com a pesquisa da consultoria Conversion, especializada em marketing digital e comércio eletrônico, 48,22% deles afirmam ter percebido atraso em encomendas nos últimos dias.

Os carteiros entraram em greve no dia 18 de agosto em todo País, inclusive no Rio Grande do Sul – por tempo indeterminado. Em carta, os funcionários afirmam que a estatal quer retirar direitos da categoria, “mesmo com o lucro de R$ 460 milhões dos Correios no primeiro semestre de 2020”.

O CEO da Conversion, Diego Ivo, diz que “a greve veio em péssimo momento, pois devido à pandemia muitos brasileiros só têm a internet como canal para comprar produtos”. “A logística já era um dos maiores desafios do setor de comércio eletrônico, agora o desafio está ainda maior”, aponta.

Por outro lado, 32,33% dos brasileiros afirmam ter feito compras pela Internet, mas não indicaram a percepção de qualquer tipo de atraso. O levantamento também verificou que a velocidade do frete é mais importante para 26% dos brasileiros, enquanto o custo do frete (ou sua gratuidade) é mais importante para os outros 74% dos respondentes.

A pesquisa da Conversion foi feita no dia 24 de agosto com brasileiros acima de 18 anos de todo o Brasil e todas as classes sociais, a partir de um questionário estruturado com perguntas fechadas, via internet, com dados ponderados. A amostra é de 365 pessoas, com nível de confiança de 95% e erro relativo de 5 pontos percentuais.