Por: Redação | 21/07/2021

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou, nesta terça-feira (20/7), que vai vetar o aumento do Fundo Especial de Financiamento de Campanha em 2022, o fundo eleitoral. A proposta aprovada no Congresso Nacional dentro do projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2022, garante um montante de R$ 5,7 bilhões para as próximas eleições.

“Defendemos, acima de tudo, a harmonia entre os Poderes, bem como a sua autonomia. É partindo deste princípio que jogamos, desde o início, dentro das quatro linhas da Constituição Federal. Dito isso, em respeito ao povo brasileiro, vetarei o aumento do fundão eleitoral”, escreveu o presidente nas redes sociais.

O valor é 185% maior do que o gasto em 2020, sem descontar a inflação, quando os partidos tiveram R$ 2 bilhões de fundo eleitoral. Em 2018, último ano de eleições presidenciais, os partidos tiveram R$ 1,7 bilhão.

 No entanto, vale lembrar que vetos presidenciais podem ser mantidos ou derrubados pelo Congresso Nacional.