Por: Ricardo Gebeluca | 24/08/2018

Polícia Civil investiga a causa da morte de uma garota de 16 anos, que ocorreu após passar mal em uma festa, em São Francisco do Sul, no Norte catarinense. O corpo dela foi exumado depois de uma semana da morte e nesta sexta-feira (24) está no Instituto Médico Legal (IML).

Conforme o delegado Marcel Araújo de Oliveira, o objetivo dos exames é esclarecer as circunstâncias da morte da adolescente que ocorreu no dia 12 de agosto. Os peritos têm o prazo legal de dez dias para a divulgação dos resultados.

“O laudo complementar foi solicitado para verificar se a morte tem ligação com alguma conduta criminosa”, explica o delegado Oliveira.

Ainda de acordo com o delegado, a garota passou mal em uma festa e deu entrada em uma unidade de pronto-atendimento São Francisco do Sul, encaminhada pelos bombeiros voluntários do município.

Após atendimento médico, Patry Zasnieski foi liberada e levada para casa, onde morreu na madrugada. A jovem foi levada novamente para atendimento médico e foi atestado o óbito no pronto-atendimento.

Investigações

No atestado de óbito, conforme a Polícia Civil, consta a causa como “parada cardíaca por causa desconhecida”. O pedido de exumação do corpo foi feito na segunda-feira (20) e ocorreu na quinta-feira (23) após trâmites resolvidos de desenterro e autorização da Justiça.

O delegado ainda afirma ter ouvido testemunhas e feitos diligências. A Polícia Civil não divulgou o que teria sido relatado que ocorreu durante a festa e nem qual o tipo de atendimento médico que ela recebeu, alegando sigilo médico.

Patry Zasnieski deixou um filho de um ano.

Fonte: Portal G1