Por: Redação | 13/10/2021

Com depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid marcado para a próxima semana, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, não irá mais ao Senado. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, o colegiado desistiu de ouvir o titular do Ministério da Saúde pela terceira vez.

O depoimento do ministro estava marcado para a próxima segunda-feira (18), mas ao jornal, o senador Humberto Costa (PT-PE) afirmou que a CPI desistiu do depoimento para “não dar palanque”.

– Não vamos dar palanque para ele, não vai acrescentar muito. Mas ele vai aparecer no relatório final com toda certeza. Provavelmente por desrespeito a norma sanitária, prevaricação. Ele vai ser indiciado e vai ter que responder – explicou.

Ao marcar o novo depoimento de Queiroga, os senadores tinham a expectativa de que de receberem novos esclarecimentos sobre as atividades do Ministério da Saúde no combate à pandemia. A convocação ocorreu após o ministro não responder questionamentos do colegiado em um prazo de 48 horas.

Ao longo dos trabalhos, o Marcelo Queiroga foi chamado em outras duas ocasiões a prestar depoimento aos senadores. A primeira oitiva ocorreu no dia 6 de maio, logo no início dos trabalhos. Já a segunda ocorreu no dia 8 de junho, em meio a polêmicas relacionadas à realização da Copa América no Brasil.