Por: Ricardo Gebeluca | 25/05/2018

De hoje até 3 de junho, Lages recebe visitantes de todas as partes do Estado, e até de fora dele, para a Festa do Pinhão. São 16 dias de comemorações, iniciados pelo Recanto do Pinhão, que movimentam cerca de R$ 20 milhões na região Serrana, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Lages, com base nas pesquisas da Secretaria de Turismo do Estado e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio). Não é para menos que esta época do ano é uma das mais lucrativas para o comércio.

— Principalmente os serviços dos postos de combustível, hotéis, restaurantes. E também, em contrapartida, o próprio comércio acaba ganhando com isso — comenta Jonathan Roberto da Silva, diretor- executivo da CDL Lages.

Nos restaurantes, o movimento chega a dobrar. De acordo com Ruan Rangel, que trabalha no setor, cerca de 500 quilos de pinhão — carro-chefe dos cardápios — são consumidos.

— É a melhor época do ano para os restaurantes. Todo mundo chega aqui procurando o pinhão. Usamos em diversos pratos, diariamente — afirma Rangel.

Já no campo, os produtores comemoram o valor agregado à semente com a festa. Jairo Oliveira faz estoque de pinhas contanto com o evento.

— Com o aumento da procura, melhora, também o preço — comenta Oliveira.

A Festa Nacional do Pinhão acontece no Parque de Exposições Conta Dinheiro. Hoje, a partir das 18h, os portões já estarão abertos. No local, a gastronomia também é forte. Além dos pratos tradicionais, o visitante encontra cardápios diversificados feitos com pinhão: X-pinhão e bombom de pinhão são algumas das opções. Além da gastronomia, os shows nacionais são atrativos. Até 3 de junho, mais de 40 shows nacionais vão ser apresentados no evento. 

— Me pus o desafio de fazer dessa festa a maior festa de Santa Catarina. Não tem nenhum evento que traga por exemplo 40 shows nacionais, ou seja, 30 de quarta-feira a domingo. Eu acho que no país — comenta Beto Ody, diretor da empresa que organiza o evento.

Além dos shows, acontece também na festa um dos maiores festivais da música nativista do país _ A Sapecada da Canção Nativa. Músicos de várias partes do Brasil se apresentam no evento. 

— Todo ano, a média de 500 a 700 composições são enviadas para o festival para concorrer à sapecada da canção nativa. Esse ano foram em torno de 570 composições, e foram selecionadas 32 para participarem dos dois festivais — explica Mário Arruda, coordenador dos festivais, .

 Com 30 edições festa resgata a cultura tradicionalista

Depois de 17 anos sem atividades campeiras dentro da festa, elas voltam a ser destaque. Vai ser o ano em que a presença dos cavalos, homens trajados, da cultura serrana será mais forte. Neste primeiro fim de semana, atividades como vaca parada, invernada artística e a gineteada vão ocorrer.

— A festa ela só existe, ela tem sua existência porque ela começou com a campeira, com atividades, como a chula, com as danças típicas, com a própria vaquinha parada. E é claro, resgatando a tradição do nosso povo, dos bons ginetes, dos bons domadores, das pessoas campeiras — Victor Liz Pereira, afirma o organizador da gineteada, .

No sábado o parque será aberto a partir das 14h com as atividades campeiras, o ingresso do primeiro lote custa R$ 25.

 25/5 – Sexta-Feira

Mano Lima, Quarteto Coração de Potro, Leonel Gomes e Juliano Rosa.

26/5 – Sábado

Gusttavo Lima, Joca Martins, Parelha Lucas e Felipe. Backstage: Naldo e Flavio Steffli.

27/5 – Domingo

Larissa Manoela, Thomas, Dudinha e a Galinha Pintadinha, Os Fagundes.

 30/5 – Quarta-Feira – véspera de feriado

Marília Mendonça, Anitta, Luan Santana, Naiara Azevedo. Backstage – Mr. Catra, Menor e Flavio Steffli.

 31/5 – Quinta-Feira

Santograau, Projota, CPM22, Bula.

1/6 – Sexta Feira

Jota Quest, Marcos e Belutti, Turma do Pagode. Backstage: Atitude 67, Grupo Sem Abuso e Flavio Steffli.

 2/6 – Sábado

Alok, Jorge e Mateus, Kevinho, Rodrigo Valentin. Backstage: Bruninho e Davi e Flavio Steffli.

 3/6 – Domingo

Wesley Safadão, Dennis DJ, Aviões, Cleber e Cauan. Com informações G1