Por: redação | 22/08/2019

Na última semana a PM de Itapema organizou um concurso de redação no Colégio Francisco Victor Alves localizado no Bairro Morretes, o colégio é contemplado com o programa institucional da Polícia Militar “Estudante Cidadão”.

Segundo a diretoria do colégio, desde que foi implantado o programa verificou-se uma diminuição na evasão escolar, diminuição nas ocorrências de indisciplina dos alunos e também melhora nas notas. Além de maior participação dos professores, coordenadores  e pais na rotina escolar.

Para motivar ainda mais a participação no programa, foram escolhidas treze redações em que o tema sugerido foi sobre o programa “Estudante Cidadão”. O prêmio aos alunos contemplados foi: da primeira à terceira séries uma tarde no parque Buga Park localizado na segunda avenida no Bairro Meia Praia em Itapema tendo como proprietários Michele Dornelles e Cleber Faustino; da quarta e quinta séries uma tarde no cinema Cine Gracher localizado na loja Havan em Porto Belo tendo como proprietário Sandro Gracher Baran, no cinema os alunos foram recepcionados pela gerente Andreza.

Os alunos que tiveram as redações escolhidas foram: João Pedro Jasper, Thainá da Costa Domingues, João Vitor Lino de Moura, Jennifer Bezerra Dias, Nicolas Mikael da Silva, Maria Vitória Cristina de Lima, Pedro Naman Ferreira de Araújo, Luana Monteiro de Oliveira, Isabela Cristina Gomes Fernandes, Arthur Fernandes Melo, Brenda Lemes Santos, Bruno Gustavo Ferreira Cardoso, Jhenifer Amaral Braz, Emanuely Paiva Benites, Emanueli Fogaça dos Santos, Vinícius da Costa Silva, Jeniffer Natieli Petri Lopes, Kiara Abigail Baez da Silva e Ketlly Vitória Lino de Amorim.

A Polícia Militar agradece aos empresários que gentilmente propiciaram às crianças uma tarde de diversão, muitas das crianças nunca forma no cinema.

Oficiais da PMSC participam de debate na Câmara Federal

Os oficiais da Polícia Militar de Santa Catarina coronel Marlon Jorge Teza, capitães Geraldo Rodrigues Alves Junior e Sami Sartor participaram de um debate na Câmara Federal em Brasília cujo tema foi a apresentação de projetos estratégicos visando a garantia da harmonização das estratégias da política de segurança pública e defesa social, para alcance dos resultados  desejados na melhoria da qualidade de vida da sociedade e redução da criminalidade violenta no país.

Projetos como o relacionado a desburocratização na transferência de valores para o financiamento das Políticas de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJPS) aos estados e ao Distrito Federal com intuito de fortalecer o Gestor local dando-lhe mais liberdade responsável, são de extrema importância para o sucesso na redução dos índices de criminalidade.

Outro projeto interessante é a integração dos sistemas em funcionamento nos órgãos Federais, Estaduais e Municipais, viabilizando a coleta e disponibilização de dados e informações a fim de formar uma base de dados nacional de segurança pública que centralizará as informações coletadas dos 27 entes federados.

Ao todo, a cartilha da Secretaria Nacional de Segurança Pública apresenta dez projetos importantes para a redução dos índices de criminalidade violenta no país.

A Secretaria, pensando no bem estar do policial, ainda está promovendo um projeto para aquisição de moradia aos policiais, porém os Estados precisam se adequar à legislação do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) para poder receber os recursos do projeto habitacional ora comentado. Infelizmente, apenas três estados da federação estão adequados para receber os recursos.

Santa Catarina é um dos Estados que precisa se adequar para poder receber esses valores, o tempo urge, pois o prazo é até 29 de novembro de 2019. Assim, essa demanda deve ser apresentada aos deputados estaduais catarinenses para que se pronunciem sobre o assunto.

POLÍCIA MILITAR PRESENTE E PROTEGENDO