Por: Redação | 31/03/2021

No início de 2021 a FIPE – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – atualizou o índice FipeZap anual, apontando a valorização imobiliária do metro quadrado em Itapema (SC) como a maior do Brasil, com o percentual de 13,65% em um período de 12 meses. O FipeZap é o primeiro índice de preço com abrangência nacional que acompanha os valores médios de venda e locação de imóveis residenciais e comerciais.

As cidades de Balneário Camboriú e Florianópolis, também em Santa Catarina, tiveram valorização na variação anual de 7,05% e 7,35% respectivamente. A segunda cidade com maior valorização, atrás de Itapema, foi Manaus (AM) com 11%, seguida de Maceió (AL), com 9,48%. Segundo o presidente do Sinduscon Costa Esmeralda, empresário Rodrigo Passos Silva, Itapema possui um histórico de valorização imobiliária devido a sua geografia e clima, que faz da cidade o terceiro destino turístico do Estado, e a sua qualidade de vida, que vem atraindo novos moradores, sendo a cidade com maior crescimento demográfico do Sul do país.

 

Primeira vereadora de Itapema, Rita Carolina, morre de Covid-19

 

Os investimentos privados em saneamento básico, que são realizados pela Conasa Águas de Itapema, segundo Silva, têm forte contribuição para a percepção da qualidade de vida na cidade. “É fundamental contarmos com qualidade na distribuição de água e com o tratamento eficiente de esgoto. A nossa matéria-prima principal é o turismo, que depende do oferecimento de boas praias e do abastecimento regular de água. A cidade atrai investimentos continuamente porque vem se projetando como um lugar bom para viver e visitar”, reforça.

Referência também em saneamento

O município de Itapema é também referência nos índices de saneamento em Santa Catarina e no Brasil. “Itapema é um exemplo da universalização do abastecimento de água com 100% da população atendida e do avanço no tratamento de esgoto que atualmente beneficia cerca de 90% da população fixa e flutuante da cidade, num país em que menos da metade dos brasileiros possuem acesso ao tratamento de esgoto”, destaca o superintendente de operações da Conasa Águas de Itapema, Denis Grassi.

Recentemente, a Conasa Águas de Itapema finalizou a implantação de 37 quilômetros de redes coletoras de esgoto nos bairros Morretes e Jardim Praia Mar e ampliou a  Estação de Tratamento de Esgoto, com a implantação de novas tecnologias, o que aumentou ainda mais a sua eficiência de operação na remoção da matéria orgânica. “Os reflexos dos investimentos realizados são sentidos na melhoria contínua da qualidade de vida da população e nos indicadores socioeconômicos do município que posicionam Itapema como um dos destinos turísticos mais procurados no país”, destaca Grassi.