Por: Redação | 1 mês atrás

Com a proximidade dos atos pelo dia 7 de Setembro, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) falou sobre a data e disse esperar que os movimentos sejam ordeiros e não agridam “nenhuma instituição”. A declaração foi dada por Lira nesta terça-feira (24), durante um evento promovido pela Expert XP.

– O Brasil se acomoda a novas formas de mostrar satisfação e insatisfação. O país está acostumado a isso. Esperamos que qualquer manifestação tenha sua amplitude, [suas] pautas e [seus] desejos, mas que [essas manifestações] sejam ordeiras e não preguem nenhum ato antidemocrático e que não agridam nenhuma instituição – apontou.

No evento, Lira também afirmou não ter preocupações com o tamanho dos atos e voltou a defender o “respeito às instituições”

– Não tem que se preocupar se o ato será grande ou pequeno, se vai mobilizar setores do transporte, agrícolas. Tem que ser [uma manifestação] ordeira, e democracia é feita para isso. Dizem que terá outra manifestação pedindo o impeachment, o “Fora Bolsonaro”. O que precisa é de respeito às instituições. A democracia já passou por muito solavanco e tem se mostrado firme, jovem e atuante – destacou.