Por: Ricardo Gebeluca | 05/01/2019

Os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Balneário Camboriú começaram a ser entregues na última quarta-feira (02), mas os contribuintes que não quiserem ir buscá-los nos locais de entrega têm a opção de imprimi-los através da internet no site da Prefeitura (www.bc.sc.gov.br). Há dois locais na página para acessar o link para imprimir a guia de pagamento: no banner principal no topo do site ou na aba “Serviços” em “IPTU 2019”.

“Alguns contribuintes estão tendo dificuldade na hora de imprimir as guias. Porém, basta apenas desbloquear os pop-ups para emitir o boleto normalmente”, explicou o diretor do Cadastro Fazendário, Venicio Monteiro Tomasi.

Para imprimir, o contribuinte precisa ter o número do CPF (em caso de pessoa física) ou CNPJ (pessoa jurídica) e o número do documento de informação cadastral do imóvel (DIC). Também é possível selecionar se vai pagar em cota única ou parcelado. Os contribuintes que efetuarem o pagamento em cota única terão 10% de desconto até o dia 31 de janeiro de 2019, ou de 5% até o dia 28 de fevereiro de 2019. Para os que optarem pelo parcelamento, serão 12 parcelas iguais, com vencimento da primeira prestação em 31 de janeiro e as demais no dia 15 de cada mês, a contar de fevereiro.

Para quem preferir buscar, os carnês do IPTU para casas e terrenos estão sendo entregues, durante todo o mês de janeiro, no Centro Educacional Municipal (CEM) Ivo Silveira, localizado na Avenida Santa Catarina nº 637, no Bairro dos Estados, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, sem pausa para o almoço. Já das casas e terrenos da região Sul da cidade, os carnês estarão disponíveis no Posto Avançado da Fazenda, anexo ao Pronto Atendimento 24 horas, no Bairro da Barra, das 12h às 17h. Os carnês relativos a apartamentos serão entregues nos próprios condomínios.

Dados atualizados

Até o final da tarde desta quinta-feira (03) foram distribuídos mais de 1875 cârnes do IPTU. Este ano, serão entregues quase 124 mil carnês e a previsão de arrecadação para 2019 é de R$157 milhões. O reajuste deste ano foi de 10,8074%, conforme correção monetária do Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM).

Informações e dúvidas podem ser solicitadas pelo (47) 3267-7002.