Por: Redação | 14/01/2021

A nova variante do coronavírus encontrada no Brasil já é motivo de preocupação no Reino Unido também. Os britânicos enfrentam o pior momento da pandemia e estão em alerta para a mutação que foi identificada recentemente. Na quarta-feira, 13, o primeiro-ministro Boris Johnson confirmou em uma comissão do parlamento que seu gabinete monitora a situação e indicou que os voos vindos do Brasil devem ser bloqueados na Grã Bretanha para conter a possibilidade de entrada desta nova variação.

Ao ser questionado se os voos vindos do Brasil deveriam ser imediatamente bloqueados, Boris disse que sim. Que o país já está preparando medidas para conter os riscos dessa nova variante e de outras que já foram encontradas ao redor do mundo. O primeiro-ministro citou a variante encontrada na África do Sul, que possivelmente é resistente às vacinas que estão entrando em circulação. Ainda não se sabe se este também é o caso da variante brasileira, mas por via das dúvidas medidas de restrição estão sendo tomadas.

A questão é que o governo britânico não tem sido dos mais ágeis para tomar medidas de contenção de viagem e restrição de voos. O país está contando mais com a sorte mesmo. A exigência de exame negativo para Covid-19 entre viajantes sequer entrou em prática até agora. Ficou para a semana que vem. Lembrando que o Brasil já tinha bloqueado voos do Reino Unido justamente por conta da variante encontrada por aqui. As medidas de restrição para quem está em território brasileiro devem ser detalhadas ainda nesta quinta-feira, 14, pelo gabinete conservador. É possível que elas também sejam estendidas para outros países da América do Sul.