Por: Ricardo Gebeluca | 18/10/2018

Um autônomo de 33 anos foi preso, nesta segunda-feira (15), suspeito de ter obrigado a própria filha, de 17 anos, a manter relações sexuais com um homem de 44 anos em troca de favores. As investigações foram iniciadas no dia 18 de setembro, quando a vítima esfaqueou o homem [com quem era obrigada a ter relações sexuais] dentro de um motel na Zona Leste de Manaus, durante uma discussão.

De acordo com o delegado Torquato Mozer, o pai da vítima obrigava a filha manter relações sexuais com o homem de 44 anos em troca de favores e dinheiro. Em uma das situações, o pai chegou a ir até o motel com o casal e uma outra pessoa.

“Desde o início das investigações havia algo de estranho. Não era só o caso de uma exploração sexual com uma menor, nada batia. (…) Foi quando vimos que o pai da menor tinha participação efetiva no caso, se aproveitando do fato da menor ter uma relação com R.. R., apresentava facilidades, emprestava dinheiro, saía com eles a olhos vistos por todo mundo. Inclusive, em uma dessas saídas, o pai chegou a ir ao motel com R., Lógico que eram dois casais. Mas só o fato de irem ao motel juntos já é gravíssimo. Além de outros favores que o pai recebia”, explica o delegado.

Um mandado de prisão temporária foi expedido em nome do pai da vítima pela juíza Articlinia Oliveira Guimarães, da 2° Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e adolescentes. O autônomo já tinha passagem pelo sistema penitenciário por roubo.

Por se tratar de um mandado de prisão preventiva temporária, o autônomo deve ficar detido no 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP) à disposição da Justiça.

O pai da vítima e o homem de 44 anos, ambos presos, devem responder pelo crime de exploração sexual.

A jovem explorada, por ter esfaqueado o homem dentro de um motel no início de setembro, deve responder por um ato análogo a lesão corporal.

Entenda o caso

O caso ocorreu no dia 18 de setembro deste ano. Na ocasião, um homem de 44 anos foi preso suspeito de explorar sexualmente uma adolescente de 17 anos, em um motel na Zona Leste de Manaus. Segundo a polícia, eles tiveram uma discussão no momento em que estavam no estabelecimento e se esfaquearam durante a briga. Ainda conforme a polícia, ele pagaria a jovem para manter relações sexuais com ele.

A polícia constatou que o caso se tratava de exploração sexual. Conforme o delegado Torquato Mozer, o suspeito de 44 anos, responderá pelo crime de exploração sexual, e já está preso no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Fonte: Portal G1