Governo de SC envia pacote salarial dos servidores à Alesc nesta semana

Array

Os projetos faltantes referentes ao reajuste salarial de todos os servidores do Estado são concluídos pelo governo de Santa Catarina e encaminhados para a Alesc (Assembleia Legislativa) entre esta terça e quarta-feira (30). A previsão é que sejam votados até dia 22 de dezembro.

Além das propostas ao Ima (Instituto do Meio Ambiente), Saúde, Infraestrutura, entre outros, o pacote também conta com mudanças na progressão funcional da Polícia Civil e o novo plano de carreira dos professores depois da insatisfação provocada primeiro texto.

No caso do magistério, o projeto ganhará um substitutivo que promete “aproximar” a remuneração dos professores da base e do topo. Até então já foram aprovados o reajuste salarial dos professores em início de carreira e dos servidores da Segurança Pública.

As propostas faltantes serão votadas conjuntamente. O objetivo é que a folha de 2022 já esteja atualizada e evitar que o cobertor não “fique pequeno” para nenhuma categoria.

O próximo passo após o envio pelo Executivo é a definição do calendário de tramitação das matérias, que será definido pelo presidente da Alesc, o deputado estadual Mauro Nadal (MDB). Estima-se que pelo oito projetos contemplarão todos os servidores faltantes.

 

Orçamento de SC

Os reajustes dos servidores estaduais custarão aos cofres públicos cerca de R$2 bilhões, segundo o deputado estadual Marcos Vieira (PSDB). Os projeto tramitam em meio às discussões do orçamento de 2022, que contará com um aporte de cerca de 10%, estimado em R$37 bilhões.

Para conciliar as pautas e facilitar a tramitação dos ajustes, as propostas tiveram revisão dos deputados estaduais que compõem a Comissão Mista responsável por analisar o tema. No caso do reajuste do magistério, o projeto também foi debatido com diretores escolares, afirma Vieira.

 

Últimas Notícias

Mais lidas