Por: Ricardo Gebeluca | 08/11/2018

Os desastres naturais de 2008 marcaram Santa Catarina e principalmente a o Vale do Itajaí, no total 135 pessoas perderam a vida. A tragédia completa 10 anos neste mês, e para relembrar e refletir sobre a importância das políticas nacionais e internacionais de Redução de Risco e Desastres (RRD) durante todo o mês a Secretaria de Estado da Defesa Civil e os municípios catarinenses irão promover uma série de atividades.

Preocupados com o tema, os municípios da AMFRI estão com várias ações, entre elas, um grande Seminário Regional voltado ao Fortalecimento da Cooperação e Resiliência que acontece no dia 22 de novembro, no Centreventos, em Itajaí. O evento contará com exposição das agências que atuam na resposta a desastres e organizações de ensino que produzem conhecimento da área.

Os objetivos serão fortalecer a cooperação, a resiliência e o debate sobre a Proteção e Defesa Civil com foco na redução de risco de desastres, formalizar a rede de pesquisa e estudo sobre risco e desastre na foz do Rio Itajaí, possibilitar a integração da região e fortalecer o colegiado de Defesa Civil e o GRAC regional. “Estas ações surgem da importância de destacar a importância e relevância das políticas públicas, ações e programas de Redução de Risco e Desastres, fazendo com que se perceba que as mesmas ocorrem diariamente e não só quando acontecem os eventos adversos, possibilitando assim uma maior capacidade de resiliência dos municípios frente aos mesmos”, destaca o engenheiro ambiental da AMFRI, Leandro Freitas.

Os onze municípios da AMFRI, Balneário Camboriú,  Balneário Piçarras, Bombinhas,  Camboriú, Itapema, Itajaí, Ilhota,  Luiz Alves, Navegantes, Penha, e Porto Belo, juntamente com Barra Velha, Brusque, Blumenau, Camboriú, Canelinha, Gaspar, Massaranduba, São João do Itaperiú e Tijucas estarão realizando diversas atividades preventivas durante todo novembro.

Nestas primeiras semanas haverá treinamentos, caminhadas ecológicas, passeio ciclístico, simulados, sessão solene na Câmara de Vereadores, plantio de mudas, visando ampliar a consciência de proteção na população. O principal dia de ações desta primeira quinzena de novembro será às 16h da próxima terça-feira (13), onde todos os municípios da AMFRI promoverão treinamentos de Rotas de Fugas em escolas buscando a conscientização de crianças e adolescentes.

Confira a programação de Itapema:

Data: 13/11/2018

Local: Escola Luiz Francisco Vieira – ILHOTA

09h – Simulação com alunos das turmas do turno matutino, finalizando com um minuto de silêncio em solenidade às vítimas dos desastres de 2008.

15h – Simulação com alunos das turmas do turno vespertino, finalizando com um minuto de silêncio em solenidade às vítimas dos desastres de 2008.

Data: 20/11/2018

Apresentação na Câmara de Vereadores

Local: Câmara de Vereadores de Itapema

Obs: Eventos ocorridos nos 10 anos e obras preventivas executadas, afim de minimizar as ocorrências de acidentes e danos a comunidade.

Data: 22/11/2018

Seminário: reflexão, fortalecimento da cooperação e resiliência

Local: Centreventos Governador Luiz Henrique da Silveira, Itajaí

Data: 23/11/2018

Exposição de materiais e equipamentos utilizados em emergências

Local: Praça da Paz

9h – Início

15h – Encerramento

Programação:

– Exposição de banners com informações sobre os desastres de 2008, em decorrência das chuvas;

– Exposição de materiais e equipamentos utilizados em emergências;

– Exposição dos desenhos vencedores do concurso;

– Visitação de cerca de 300 alunos da rede pública;