Por: Redação | 13/01/2021

Santa Catarina chegou a 526.024 casos confirmados da Covid-19 nessa terça-feira (12). Nas últimas 24 horas, foram registrados mais 3.546 casos, segundo dados do boletim epidemiológico. Do total, 95% (500.385) já estão recuperados.

Com isso, a média dos últimos sete dias é de 3,8 mil casos a cada 24h, número ainda relativamente alto e que não mantém a curva de contágio em estabilidade.

A taxa de letalidade é de 1,08%, a menor do país. Ou seja, o novo coronavírus já ocasionou 5.707 mortes em Santa Catarina, com inclusão de 30 vítimas na atualização desta terça (12).

Mas Santa Catarina é o 3º Estado com maior número de casos no país, e o 11º em número de mortes, colocações que aumentaram uma posição nas últimas semanas.

Já dentro do território catarinense, o 1º lugar em número de confirmações segue sendo no Norte. A cidade de Joinville, junto com Florianópolis, soma mais de 15 mil casos de diferença dos demais municípios.

Os municípios com mais casos confirmados de Covid-19 são:

  • Joinville: 48.395
  • Florianópolis: 45.075
  • Blumenau: 27.958
  • São José: 22.200
  • Criciúma: 20.013
  • Palhoça: 15.752
  • Balneário Camboriú: 15.402
  • Itajaí: 15.147
  • Chapecó: 14.284
  • Brusque: 13.586

 

Índice de ocupação de UTI volta aos 80%

Depois de alguns dias na casa dos 79%, o índice de ocupação global dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) tiveram uma nova alta, e voltam ao nível de 80,3%.

Ou seja, dos 1.534 leitos ativos, 1.232 estão ocupados, sendo 555 por pacientes da Covid-19.

Além disso, o número de hospitais que está sem nenhum leito disponível subiu para sete, ainda que menos da metade não registre pacientes do novo coronavírus em seu quadro.

Analisando somente os leitos exclusivos para tratamento da Covid-19, o número de unidades superlotadas cresce de sete para 16.

 

Veja a lista de hospitais superlotados:

  • Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê
  • Hospital Bethesda, em Joinville
  • Hospital Sagrada Família, em São Bento do Sul
  • Hospital Regional Helmuth Nass, em Biguaçu
  • Maternidade Carmela Dutra, em Florianópolis
  • Maternidade Darcy Vargas, em Joinville
  • Materno Infantil Santa Catarina, em Criciúma

Da lista, somente as três primeiras unidades possuem pacientes do novo coronavírus. Isso, considerando que as três últimas são maternidades, ou seja, são unidades que não disponibilizam leitos adultos de UTI, faixa etária mais afetada pela Covid-19.

Atualmente, 130 mil confirmações de casos vieram de pacientes na casa dos 30 anos, sendo a mais contaminada. As mortes, contudo, vitimam a parcela da população que têm entre 60 e 90 anos de maneira mais intensa.

 

Isolamento social em baixa

O índice de isolamento social teve retração em Santa Catarina, ficando em 37,8%, abaixo dos 38,2% de média nacional.

Os dados são da plataforma In Loco, que mapeia 1,5 milhão de catarinenses via smartphone, e refletem sempre o comportamento do dia anterior, no caso, segunda (11).

O índice deixa o Estado na 17ª posição no ranking nacional, liderado por Amazonas (47%), Acre (43%) e Amapá (41%).