Por: Redação | 08/10/2021

O “esquenta” para a temporada de verão já começou em Balneário Camboriú. Em setembro, a taxa de ocupação da rede hoteleira atingiu a melhor marca dos últimos cinco anos. Durante o mês, a ocupação foi de 62,22%, número 135% maior do que o registrado em setembro do ano passado, e 30% superior a setembro de 2017, 2018 e 2019.

Os números foram levantados pelo Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau. Além disso, a expectativa é que os números aumentem. Conforme uma pesquisa feita pela Bookin.com, Balneário Camboriú é o terceiro destino mais procurado pelos viajantes brasileiros.

“Todos estamos repletos de vontade de aproveitar o presente, após a pandemia, agora é uma nova fase devido a vacina e acredito que muitos estão curiosos para ver nossa Balneário em plena atividade de alargamento da Praia Central, onde já podemos perceber a beleza da detenção que se forma, agregado de todos os atrativos que nossa cidade oferece e muitas novidades trás este reflexo positivo”, observa a vice-presidente do BC Convention, Andrezza Negrini.

 

Aplicativo

O aplicativo Movimenta BC está disponível para turistas e moradores, com vantagens em vários segmentos da cidade. O aplicativo é gratuíto e pode ser baixado em qualquer celular ou tablet.

Nele, o usuário tem acesso a ações e promoções de empresas da cidade, como hotelaria, gastronomia, comércio, empreendimentos turísticos e agências de turismo, além de conhecer a agenda de eventos previstos para este ano. Os benefícios vão de descontos, vouchers e brindes para quem utilizar o aplicativo para fazer uma compra.

 

Alargamento da praia

A obra de alargamento da Praia Central de Balneário Camboriú segue avançando com uma média de 90 metros de alargamento por dia. Na última sexta-feira (1), a obra atingiu a marca de 1 milhão de metros cúbicos de areia.

Com este volume, foram recuperados 2,5 Km de praia. Da rua 4.000 até a Barra Sul a área recuperada já está aberta para os banhistas. As características da praia recuperada são muito próximas da praia original, segundo a prefeitura, com batimetria de 1 para 40, ou seja, a cada 40 metros para dentro d’água, a profundidade aumenta 1 metro. A obra segue agora em direção ao centro da Praia.

Por nd+