Por: redação | 21/09/2019

No Colégio Guilhermina Büchele Müller, no bairro Fazenda, todos os dias os alunos cantam um hino. Na segunda-feira é cantado o Hino Nacional, na sexta-feira eles cantam o Hino da Bandeira e na terça, quarta e quinta-feira os estudantes cantam o Hino de Itajaí.

Na última terça-feira (17), a atividade foi mais especial. Os alunos participaram da entrega oficial dos materiais do Projeto Estudante Cidadão. Cada turma teve 2 alunos escolhidos como líderes, que receberam o Bibico, semelhante ao usado pela Polícia Militar.

Itajaí está sendo sede do projeto piloto “Estudante Cidadão”, uma iniciativa da Polícia Militar de Santa Catarina, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Itajaí. Com duração de dois meses, o objetivo da ação é implementar atividades que possibilitem aos estudantes desenvolverem noções de civismo e cidadania, estimular o respeito aos professores, aprimoramento do aspecto comportamental, melhora da autoestima, identificação com o local de estudo e consequente zelo ao patrimônio municipal.

Criado em 2018 em Camboriú, o programa institucional surgiu a partir dos índices de criminalidade no entorno das escolas, fatores de riscos sociais, ocorrências policiais e pedagógicas, além da evasão escolar.

Para o Comandante da Polícia Militar, além de buscar proximidade da comunidade com a polícia, o objetivo é despertar os bons valores. “Trabalhamos para estimular as crianças com dificuldade em comportamento e respeito, através da valorização e de atitudes, para construir um comportamento mais positivo”, explica o tenente-coronel Alfredo Knoblauch.

A ação que busca o resgate do referencial de paz e civismo, reúne em torno de 20 policiais do administrativo da Polícia Militar que participam diretamente das atividades em sistema de revezamento. O piloto atende aproximadamente 300 alunos de seis turmas do pré ao 5º ano e se ao término tiver uma avaliação positiva, no futuro, pode ser estendido para outras instituições escolares da cidade. Para sair do papel, a Polícia Militar contou com o apoio da CDL Itajaí.

“A CDL Itajaí tem uma atuação muito forte na área social e esse é mais um dos programas que a entidade está fazendo com a PM. Dando à criança o dever cívico, o conhecimento da ética, a condição de saber cantar o hino e performance em educação. Isso é muito gratificante e a CDL se sente orgulhosa de estar junto nesse projeto”, ressalta o Presidente da CDL Itajaí, Laerson Batista da Costa.

Quem acompanha a rotina das crianças, sabe que as mudanças já podem ser notadas. “Esse projeto veio acrescentar disciplina, os alunos gostam da polícia dentro da escola. É também uma forma de mostrar o valor da polícia Militar, desses profissionais, que assim como os professores, muitas vezes são desvalorizados”, conclui a Diretora do Colégio, Ana Ida Aparecida Dagnoni.