Por: Ricardo Gebeluca | 07/02/2019

O secretário da Senasp esteve em Florianópolis atendendo a convite do secretário de Segurança Pública e comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Araújo Gomes

O delegado-geral Paulo Koerich e a delegada-geral adjunta Ester Coelho entregaram, na tarde desta quarta-feira (06), projetos para captação de recursos junto à Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública). A entrega ocorreu durante a visita do secretário nacional de Segurança Pública, general Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, à sede administrativa da SSP (Secretaria de Segurança Pública), em Florianópolis.

O secretário da Senasp esteve em Florianópolis atendendo a convite do secretário de Segurança Pública e comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Araújo Gomes. Veio conhecer as tecnologias e as principais ações da área de Segurança Pública do Estado. “Esta é minha primeira visita. E como agora estamos sob uma nova gestão, escolhi Santa Catarina por ser um modelo a ser seguido”, afirmou o general Theophilo.

Colegiado Superior de Segurança Pública

Durante a visita à sinistrativa dede adma SSP, que aconteceu no fim da tarde, o general pode conhecer o modelo do Colegiado Superior de Segurança Pública, que integra as forças catarinenses e reforçou a importância da integração e da comunicação entre as instituições, para que os índices sigam diminuindo.

“Não adianta a gente investir, gastar ou falar em modelo se não temos estatísticas e as estatísticas de Santa Catarina são as melhores do país”, avaliou.

No encontro, o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, lembrou ao secretário nacional que o último convênio da Polícia Civil assinou com a Senasp foi em 2013 e por meio da delegada adjunta Ester Coelho entregou uma relação de projetos para implantação com recursos federais. Koerich falou da utilização do audiovisual nos depoimentos em autos de prisão em flagrante, projeto pioneiro na área digital.

“Eu estou tomando conhecimento hoje deste convênio de 2013 e estou sendo enfático no controle dos convênios, tem muitos Estados que estão recebendo recursos e não estão conseguindo gastar. Pelo que vi hoje, na gestão, organização e existência de projetos básicos eu tenho certeza que nós poderemos passar recursos para a Polícia Civil aqui de SC e esses recursos serão gastos a tempo e no horário certo e com um objetivo muito ligado a Segurança Pública”, esclareceu Theóphilo.

Participaram da reunião o coronel PM Araújo Gomes, o diretor-geral  do IGP (Instituto Geral de Perícias), Giovani Adriano , coronéis BM João Valério Borges, Edupércio Pratts e Charles Vieira (Corpo de Bombeiros Militar), além do diretor-geral do Colegiado, coronel BM RR Flávio Graff.